Pular para o conteúdo principal
Search

Anglo American segue rumo ao aumento da capacidade de produção com a Fase 3 do Minas-Rio

22 mar 2017

Nova etapa de expansão garantirá a continuidade da operação do empreendimento

Após a obtenção da Licença de Operação (LO) da Fase 2 do Minas-Rio, em outubro de 2016, o principal foco da Anglo American para este ano é o processo de licenciamento  ambiental da Fase 3, uma expansão já prevista para que o empreendimento mantenha suas operações em Conceição do Mato Dentro (MG) e Alvorada de Minas (MG) e alcance a capacidade de produção nominal do projeto. A companhia protocolou junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) um pedido de Licença Prévia e Licença de Instalação (LP+LI) para esta fase, no final de 2015.

 

A Fase 3 garantirá que o empreendimento continue a operar por meio da ampliação da capacidade das estruturas que já existem, como áreas de lavra, usina de beneficiamento, sistemas de captação e de recuperação de água, área administrativa, acessos e estruturas de apoio. Além disso, serão realizadas obras para implantação de outras estruturas, como diques de contenção de sedimentos e expansão da pilha de estéril.

 

Está previsto ainda o alteamento da barragem de rejeitos, que é o aumento da capacidade de armazenamento da estrutura pelo método a jusante, à frente da estrutura - considerado o mais conservador e seguro. Serão 20 metros do alteamento, medida já prevista no projeto inicial do Minas-Rio. Outra obra desta fase do Minas-Rio é e a nova flotação recleaner, um sistema utilizado para separar o minério das impurezas, que permitirá maior aproveitamento do produto, reduzindo o volume de material estéril e de rejeitos na operação.

 

Com investimento de R$ 1 bilhão, todas as obras serão realizadas em Conceição do Mato Dentro (MG) e Alvorada de Minas (MG). O mineroduto e o porto já possuem capacidade instalada para operar com a produção da nova etapa.  Com o objetivo de apresentar o projeto para esclarecer dúvidas e registrar as percepções da comunidade e da sociedade em geral,  será realizada uma audiência pública sobre a Fase 3, no dia 11 de abril, em Conceição do Mato Dentro (MG), a pedido da própria empresa.

 

“A Fase 3 é fundamental para que o Minas-Rio continue suas operações em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas e também alcance a capacidade de produção nominal do projeto, de forma a obter viabilidade econômica necessária ao negócio e manter a geração empregos e riquezas na região”, afirma o diretor de Operações do Minas-Rio, José Flávio Gouveia.

 

As obras  estão previstas para ocorrer em um período de, aproximadamente, quatro anos. No pico da movimentação, serão novos 800 postos de trabalho para o empreendimento. Na operação da Fase 3 serão gerados 100 novos empregos. A empresa continuará priorizando a mão de obra local para as novas contratações.

 

Além das novas oportunidades profissionais, a expectativa é que a nova etapa do  Minas-Rio gere um aumento na arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). Somente em 2016, foram pagos R$ 56 milhões de CFEM, dos quais 65% são repassados ao município, 23% ao estado e 12% à união.

 

José Flávio destaca que, durante o planejamento das estruturas do projeto, foram levadas em consideração algumas premissas, como evitar grandes intervenções em área de vegetação nativa, utilizar áreas e vias que já existem, apenas com melhorias e readequações, caso necessário, e dar continuidade às atividades operacionais realizadas atualmente, sempre cumprindo os respectivos programas socioambientais.

loading...
Real Mining. Real People. Real Difference.